Asma em gatos: causas, tratamento e prevenção

cat-1986499_1280

Problemas respiratórios são desconfortáveis, estressantes e perigosos para os gatinhos. A asma em gatos (ou bronquite alérgica) é uma obstrução nas vias aéreas inferiores (brônquios e bronquíolos) reversível, sendo responsiva à terapia com glicocorticoides.

Essa obstrução é causada por uma hiper-responsividade bronquial, havendo uma inflamação e contração exagerada da musculatura lisa do trato respiratório, em resposta a um grande número de estímulos inespecíficos, como substâncias alimentares ou ambientais.

É uma doença respiratória séria, com graus de gravidade variados e que requer cuidados. A reação a esse alérgeno causa inflamação nos brônquios, que por sua vez reduz o calibre das vias aéreas, causando dificuldade ao respirar. Em gatos idosos ou geriátricos o cuidado com a asma deve ser redobrado.

smoking-1026559_1280

Estima-se que 1% dos gatos no mundo sofre de asma. E, sendo uma reação a algum fator alergênico, a asma felina pode ser adquirida através de: contaminação do ambiente devido a produtos de limpeza ou substâncias em spray; fumaça de cigarro; propriedades da areia da caixa sanitária, como pó (não para todos os gatos); mofo; ácaros; poeira.

Os sintomas que podem indicar que um gatinho está sofrendo de asma são a emissão de som (tipo um assovio) ao inspirar, ter a respiração acelerada e/ou ruidosa, uma tosse que não some e dificuldade para respirar normalmente. Mas o diagnóstico preciso só pode ser feito pelo veterinário, através de um exame clínico específico, complementado por exames laboratoriais e radiografia do tórax.

Como em qualquer caso, quanto antes for detectada, mais fácil será o tratamento. No caso da asma, dependerá do grau de gravidade de comprometimento respiratório. O tratamento é realizado através de medicações, que geralmente podem ser administradas em casa.

Atenção: a reavaliação é essencial em casos de problemas respiratórios.

view-1602552_1280

Há formas de prevenir o aparecimento da asma felina. Algumas dicas:

  • Prefira produtos de limpeza biodegradáveis e com selo ecológico.
  • Mantenha a casa arejada, principalmente o local em que ele costuma ficar.
  • Se há cobertores, toalhas ou mantas na caminha, mantenha-os sempre bem limpos.
  • Não fume perto de seu gatinho.
  • Na caixa sanitária, use areia que não desprenda pó com facilidade. Há boas marcas no mercado.
  • No verão, mantenha-o sempre hidratado e procure refrescá-lo.
  • Converse com o veterinário sobre complementos que possam reforçar o sistema imunológico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s