Catarata em gatos

Com o avanço da Medicina Veterinária e uma melhor qualidade de vida, nossos gatinhos estão vivendo cada vez mais. Isso é para comemorar!! Por outro lado, eles ficam sujeitos a doenças que até então não eram muito comuns em pets. A Catarata é uma delas.

Doença oftalmológica que pode levar à cegueira, a Catarata pode passar despercebida em seu estágio inicial. E quanto mais tempo evoluir, pior será a perspectiva de tratamento.

1_cat-96876_1280

Mas antes de falar sobre a doença, vamos entender um pouco sobre a anatomia dos olhos dos gatos: eles são compostos pela córnea (que serve para a passagem da luz), pela pupila (que regula a luminosidade), pelo cristalino (que é como se fosse uma “lente” para a retina) e pela retina.

A Catarata é a alteração ou perda da transparência do cristalino, causando opacidade.

Essa opacidade impede que que a luz passe para a retina, impedindo a formação das imagens. Isso dificulta a visão e progressivamente pode levar à cegueira.

Essa nebulosidade pode ocorrer em apenas um dos olhos ou em ambos e varia de parcial a completa. É possível perceber a opacidade no cristalino: antes transparente, surge uma “mancha” azulada ou esbranquiçada. Mas, especialmente se atinge apenas um dos olhos, os gatos não demonstram sinais de que sua visão está prejudicada. Por isso é importante ficar de olho nos olhos dele!!

INCIDÊNCIA

É menor em gatos, se compararmos com os cães. E costuma aparecer mais tardiamente: enquanto nos cachorros a maior incidência se dá em torno de 9 anos, em gatos surge após os 12 anos, e está mais relacionada ao envelhecimento, a inflamações intraoculares ou a doenças primárias como a Diabetes Mellitus.

Entretanto, a Catarata pode ser congênita, ou seja, estar presente desde o nascimento do gatinho. Algumas raças como Persa, Birman ou Himalaia são mais propensas à doença.

CAUSAS

Fora a herança genética, as principais causas são:

  • Idade (a partir dos 12 anos)
  • Traumas
  • Doenças oculares, como inflamações
  • Doenças metabólicas como Diabetes Mellitus
  • Hipocalcemia (nível anormalmente baixo de cálcio no sangue)
  • Problemas nutricionais
  • Exposição à radiação ou a substâncias tóxicas como dinitrofenol (composto utilizado na fabricação de tintas, conservantes de madeira, herbicidas, pesticidas e explosivos) ou naftaleno (hidrocarboneto comercialmente conhecido como naftalina)

SINTOMAS

Os sintomas dependem do grau de deficiência na visão: com menos de 30% de opacidade, o gatinho pode apresentar pouco ou até nenhum sintoma. Eles aparecem geralmente quando há mais de 60% de opacidade.

O principal sintoma da doença é a mancha opaca, azulada ou esbranquiçada por trás da pupila. Pode aumentar com o tempo ou evoluir rapidamente, cobrindo toda a área.

O gatinho pode demonstrar uma deterioração da visão com os seguintes sinais:

  • Mostra insegurança ao caminhar e anda de forma “desajeitada”, elevando as patas mais do que o normal
  • Calcula mal a distância entre ele e os objetos ou a altura
  • Reluta em subir em móveis ou algo mais alto
  • Tropeça ou bate em móveis ou objetos antes familiares
  • Parece não “reconhecer” outros gatos ou pessoas com quem convive diariamente
  • Seus olhos ficam mais úmidos do que o normal
  • Há mudança no tamanho ou na forma das pupilas

Se a causa da Catarata estiver relacionada a Diabetes Mellitus, há aumento do consumo de água e maior frequência de micção, além de perda de peso – junto aos sintomas descritos anteriormente.

Se há fluxo de secreção nasal (turvo ou claro) pode ser uma manifestação de Catarata proveniente de uma infecção subjacente.

Na dúvida, leve seu gatinho ao veterinário!

2_cat-2580899_1280

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico precoce é essencial para descobrir a causa primária e tratá-la com maior chance de sucesso. É feito através do histórico do gato em relação aos sintomas. Os exames físico e oftalmológico podem ser complementados com hemograma completo, exame de urina e perfil de bioquímica, para detectar possíveis doenças primárias.

Exames mais avançados, como um ultrassom ou a eletroretinografia (para medir respostas elétricas das células da retina), podem ser solicitados, para determinar a gravidade da doença e definir o tratamento.

É importante saber que, especialmente a Catarata for consequência de Diabetes, a progressão pode ser rápida e levar à cegueira.

Além da perda da visão, a doença ainda pode causar inflamação crônica intraocular e glaucoma secundário. Por isso é tão importante a detecção precoce.

TRATAMENTO

Depende da causa e do estágio da doença. Em filhotes afetados pode até regredir espontaneamente – mas eles devem ser acompanhados de perto pelo vet. Em adultos que apresentam opacidade leve, e que não prejudique a visão, o tratamento tende a ser menos invasivo.

Na Catarata causada por uma carência alimentar, uma dieta equilibrada e suplementada pode frear a evolução da doença.

Já para gatos em estado avançado, com deterioração da visão, a cirurgia é recomendada. E o prognóstico é diretamente proporcional ao estágio da doença.

A cirurgia consiste na remoção do cristalino opacificado, substituindo-o por um artificial. É feita pelo método da facoemulsificação em que, através de pequenas incisões no olho, introduz-se instrumentos para fragmentar e aspirar o cristalino opaco. Este método tem excelente pós-operatório.

O veterinário terá de avaliar se o gatinho está apto a realizar a cirurgia, já que determinados fatores podem inviabilizar o procedimento.

3_cat-2314325_1280

PREVENÇÃO

Como vimos, a Catarata é uma doença que pode se tornar grave e que inicialmente produz sintomas sutis.

A melhor prevenção, portanto, é um check up regular com o vet e estar sempre atento aos olhos do seu gatinho! E a qualquer pequeno sinal de mancha, levá-lo para uma avaliação.

 

Uma observação: todos os gatinhos das fotos têm olhos saudáveis. Como tem que ser!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s