Que tipo de dono de gato você é?

0_abertura - RACIONAIS - think-2840236_1280

Na década de 1990, um psicólogo social alemão chamado Reinhold Bergler publicou em livro o resultado de mais de duas décadas de pesquisas sobre o relacionamento entre humanos e animais. Por 30 anos ele presidiu o grupo de pesquisa Pet Animals in Society, e ajudou a estabelecer o tema cientificamente, despertando o interesse da comunidade acadêmica e científica no campo da relação homem-animal e o significado social dos animais de estimação. Em sua longa pesquisa abordou temas como os efeitos dos animais na saúde humana; a importância de animais de estimação no desempenho escolar e social dos jovens; o efeito de pets em tempos de crises; entre outros ligados à psicologia do relacionamento entre nós e nossos queridos.

Com sua morte no ano passado, aos 88 anos, seu livro “Man and cat, the benefits of cat ownership” (ou “Homem e gato, os benefícios de ser dono se um gatinho”, em tradução livre e amorosa…), voltou a ser procurado. Nele, o dr Bergler traça, entre outros assuntos, os seis perfis que resumem a personalidade de quem prefere ter um gato a um cão. Foram analisados 298 donos de gatos. Destes, 258 se encaixaram em um dos seis perfis psicológicos traçados pelo Prof. Dr. Reinhold Bergler.

Veja se você se identifica com algum (ou alguns!) deles:

 

TIPO 1 – Os ‘de bem com a vida’: 30%

1_DE BEM COM A VIDA - excited-2681489_1280

São pessoas que não sentem solidão mesmo quando estão sozinhas, adoram a vida que têm e são emotivos. Consideram que seu gato é parte essencial e integrante de sua vida. Têm uma profunda ligação com ele, dedicando muito tempo e atenção em uma convivência tranquila e amorosa.

Sempre comentam com a família e os amigos sobre seu gato e se mostram preocupados caso algo lhes aconteça – mas sempre admitem que terão um novo gatinho. Também pensam no bem-estar do bichinho até na hora de mudar de casa.

 

TIPO 2 – Os racionais: 18%

2_RACIONAL - excited-3126453_1280

São pessoas com uma personalidade independente e comunicativa, mas pouco emotivos. Para eles, além da companhia, ter um gato em casa também tem por objetivo manter os ratos longe! Amam sua companhia, mas não o mimam e não brincam muito com eles. Preocupam-se com os gastos com o animal de estimação e com problemas decorrentes, como a destruição de objetos em casa ou a reclamação dos vizinhos.

Mesmo com esse ar “racional”, se mostram muito preocupados com o destino de seu gatinho caso algum imprevisto ocorra com ele (dono).

 

TIPO 3 – Os emocionais: 13%

3_EMOCIONAL - touched-3082830_1280

A maioria deste grupo é formada por mulheres. São pessoas que precisam de companhia, seja de humanos ou de animais de estimação. São muito apegadas ao seu gatinho e pensam no sofrimento que terão quando tiverem que viver sem ele. Passam muito tempo com seu gato, dividindo momentos de alegria e de tristeza.

Temem o que pode ocorrer ao gatinho caso alguma coisa lhes aconteça e até mesmo uma viagem se torna um problema – pela preocupação de encontrar alguém que cuide dele como elas cuidam.

 

TIPO 4 – Os ‘sem problemas’: 12%

4_OS SEM PROBLEMAS - happy-2362143_1280

São pessoas para quem ter um gato é só felicidade! Não consideram difícil, oneroso ou preocupante a convivência, que é pontuada por amor, alegria e brincadeiras. Mas sem exagero: não atribuem ao gatinho características “humanas” e não sentem necessidade de treina-lo. Para elas, ter um gato não traz nenhuma dor de cabeça – ao contrário: só agrega mais valor à vida.

Para este tipo de dono, ser apegada ao seu gato e demonstrar carinho é simplesmente… óbvio e normal!

 

TIPO 5 – Os otimistas: 9%

5_OTIMISTAS- ok-2385794_1280

São pessoas com sentimentos sempre bons e intensos, e demonstram isso ao seu gato: passam muito tempo abraçando, conversando ou brincando com ele. O apego é grande e com eles o gatinho pode tudo, até dormir junto e ocupar boa parte da cama!

Para eles, seu gato torna a vida mais alegre e a casa, mais calma. Não têm baixo astral com transmissão de doenças ou com imprevistos relacionados a si próprio e não pensam em coisas ruins para seu gato, como doenças ou morte. A única coisa que os preocupa é com quem ele vai ficar caso tenha que viajar.

 

TIPO 6 – Os neutros: 5%

6_NEUTROS - asleep-3126444_1280

Formam o grupo que reúne a maioria de homens, geralmente casados – que foram convencidos pela esposa ou filhos a ter um gato. Não se consideram muito afetuosos com o animal de estimação e não dedicam tempo a ele, considerando-o apenas mais um elemento da família.

Sempre comentam as desvantagens de ter um gato e não as vantagens. Não pretendem ter outro gato quando o atual vier a morrer – mas não considera que o gatinho atrapalhe sua vida. É o famoso “tanto faz”…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s